O tempo que tenho

Tempo tempo
Tempo passa
Quando pára
perde tempo
vira o verso
vira a vida
quando anda
o movimento

Tempo tempo
Tempo curto
E nem curto
O momento
Sigo mudo ,cego e surdo
Tempo passa como o vento

Tempo tempo
E nem tento
Nem mergulho nessa graça
Tempo vil
Da vida fio
Tempo vem e tempo passa

Tempo tempo
Tapo e penso
Que o tenho em minha mão
Tempo chega e sai correndo
Tempo toca sem razão

Toca tempo
Tempo pula
Tempo foge escorrendo
Todo dia tenho tempo
E todo tempo não entendo
Tempo tempo
Vai embora
Tenho tempo
e jogo fora.

Por: Juliana Cristina
Consagrada Comunidade de Vida – Missão Várzea Paulista


11 comentários:

  1. Eu, particularmente, gosto muito dessa poesia! me faz refletir como estou usando meu tempo.

    Dizer que estamos sem tempo, que não temos tempo pra nada é muito comum... Mas será que não temos mesmo? Sempre que leio me questiono como estou usando meu tempo.

    Parafraseando Santa Teresinha: "para amar-Te meu Deus, só tenho hoje!"

    Muito inspirado Jú! Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Olá! Sou apaixonada por este poema e mais ainda pelo coração que o escreveu!
    Juliana Cristina é uma das pessoas que mais entenderam que o momento presente é irrepetível. Obrigada Ju, por seres quem és!

    ResponderExcluir
  3. Que quadro lindo Léo!!!Deus continue abençoando, que todos os seus dons lhe aproximem mais do Artista maior!.Bjs

    ResponderExcluir
  4. Parabens minha filha
    Nao tenho muito o costume de ler poesias, mas confesso que essa me disse muito, dá até musica neh?...rzs. parabens tambem para a equipe da internet, este blog é uma vitrine de nossos dons e talentos e uma resposta concreta da comunidade ao retiro anual. Deus abençoe a todos! Luiz carvalho Fundador e coordenador geral - Comunidade Recado

    ResponderExcluir
  5. É uma verdade que os nossos olhas espressam a veradade que temos em nossos corações.
    Estou muito Feliz por cada uma de vcs colocarem os seu Dons que é um presente de Deus.
    Que Deus as abençoe e a todos que iram colocar os seus dons no blog.

    ResponderExcluir
  6. A maior graça deste glog não está somente em expressarmos nossos dons, mas permitir que fiquemos sensíveis á eles, a arte!!!

    Parabéns Ju...
    E toda a equipe internet!

    "Quando na vida há decisão de correr o risco,
    há também a alegria de provar que vale a pena..."

    ResponderExcluir
  7. Ju muito massa..

    e o tempo quanto tempo tem ...

    um abraço

    ResponderExcluir
  8. Oi, Ju, que bom ver suas poesias no blog,vc tem tanto talento pra isso, sou sua fã, vc sabe neh?! É tão bom vê-los investir em seus respectivos dons! É ISSO AÍ RECADO! TE AMO DEMAIS! Deus abençõe!

    ResponderExcluir
  9. Jú para mim é particularmente especial beber da graça dos seus dons e talento, é olhar para o Senhor e dizer: VALEU A PENA TODAS AS LÁGRIMAS.
    Posso com toda certeza e gratidão reconhecer e partilhar da morte que gera vida, você é essa vida em minha vida.
    Amo você!!!
    Deus abençoe todos os seus dons e talentos.

    ResponderExcluir
  10. Ju...
    Essa poesia do tempo é fantástica!!!
    Gosto demais dela, de todo o jogadilho que ela possui.

    Tudo que vem de vc é bom minha irmã!

    Te amo muito viu?

    Seu dom é divino!
    Seu coração é um tesouro!
    Sua vida é linda!

    Com carinho, Regina.

    ResponderExcluir
  11. Daniela Apolinário6 de setembro de 2008 21:54

    esse poeaa é muito liindo

    eu amoo muito esse poeemaa

    elee éé muiito ...
    muiitoo......
    belo e repleto de alegria!
    Danii

    ResponderExcluir