Teu sol

Para os pais que se foram, a saudade e a certeza de que há um lugar eternizado no coração de quem fica.
Obrigada, pai...você ainda continua vivo em mim.
Feliz Dia dos Pais!!!

Teu sol

Que vontade de estar, mas não estou, sou.
Em meio à dor, a alegria encontra morada no interior daquele que ela reside.
Alegria dorida de quem oferta um perfume único,
certa de que ele chegou nas mãos de quem formulou sua substância.
Voz grave que ressoará nos sentidos até a despedida do meu sol,
quando se encontrará com o teu.
No íntimo, a certeza desse encontro
e o que está dentro é vida que se funde na essência.
O pôr do sol deixa nuances alaranjadas,
resquícios dos raios que brilharam durante o tempo do teu dia.
Ele deixa suas marcas iluminando histórias
agora vestidas de luto em diversos tons de azul.
Detalhes que não se olvida com o nascer do sol ,
porque o sol que era teu já se despediu.

Kilvânia Bezerra Gomes - Noviça II Missão Fortaleza

3 comentários:

  1. Kil...
    ...Bendito seja Deus por teu dom e coração tão sensíveis!!!
    Ao ler tua poesia, fiquei emocionada...não só pelas palavras, mas, por vê-las sendo vida na tua vida!!! Dando sentido ao que hoje dói, você faz com que TUDO se eternize!!!! Nosso valor está no ceú!!!!
    Com imenso carinho,
    Vallzinha

    ResponderExcluir
  2. Kil...
    Obrigada por transcrever tão bem esse sentimento que é eterno.
    Deus preserve esse seu dom!
    Beijos!

    Ariane!

    ResponderExcluir
  3. Kil,
    É bom ver beleza mesmo em meio a dor... senti-me meio que participante destas tuas palavras... e mais... deste sentir do seu coração!
    Deus te abençoe sempre minha irmã!

    ResponderExcluir