Aconchego...


Olhando-te sem medo
Agora posso ver
Minha vida, os meus planos
Em Ti preciso esquecer
Tua voz me traz encanto
O doce espírito me inspira
A te louvar em cantos
Ó doce Maria
Pequena sou, em Ti me refaço
Quando me acolhes em Teu regaço
Teu ser humana me refaz
Na Divindade me compraz
Para sempre, para sempre
Aponta-me o Céu, rebaixa-me o véu
Adormeço, em Teu seio descanso
Enquanto
Da vida possa esquecer e reviver
Tua vida, Tua graça
Teu amor que não passa.

Lucas 1, 39 - 45

----------------------
Poesia escrita por Carla Lacerda, ela faz parte da Missão Forlateza e mantém o blog http://borboleando.blogspot.com/

3 comentários:

  1. Sou fã de carteirinha da Carlinha e, muito além disso, um amigo-irmão que admiria e se alimenta deste dom dela. Deus te abençoe Carlinha!!!

    ResponderExcluir
  2. Saudades de FHC...

    Só pode tá tirando uma com minha cara né?

    Leu um texto duma profª que fala de gente desiformada e não faz o mesmo.

    Vai se informar garota antes de falar besteira.

    ResponderExcluir
  3. este comentário foi escrito erradamente neste blog.

    peço desculpas.

    Gostaria que ele fosse excluído.

    ResponderExcluir